Editorial

Marcos Emanoel Pereira

Texto completo: PDF


Artigos

“Dignidad, libertad y justicia social”: Breve etnografía de la primavera árabe um cidade de fronteira

Mercedes G. Jiménez

Resumo Resumem: El conjunto de revoluciones y revueltas iniciadas a finales del 2010 en los países árabes está siendo el momento histórico de cambio político más importante en el Sur del Mediterráneo tras los procesos de descolonización a mediados del siglo pasado. Este artículo lleva a cabo uma descripción etnográfica de cómo este proceso cristaliza en Marruecos y específicamente em Tánger, a través de la creación del movimiento 20 de Febrero en sus dos años de vida (20112013). El artículo describe la creación del movimiento, sus principales reivindicaciones y las dinámicas locales que este movimiento genera. Recolher | Texto completo: PDF

As marcas da violência doméstica e a identificação por professores do ensino fundamental

Marilena Ristum

ResumoResumo: Objetivou-se investigar se e como professores identificam a violência doméstica (VD) sofrida por seus alunos, bem como caracterizar os casos identificados em termos das modalidades de VD, dos agressores e dos alunos vitimados. Participaram 190 professores do ensino fundamental de escolas públicas. Para a coleta de dados, utilizou-se um questionário semi-estruturado. Dados referentes aos casos relatados foram quantificados em porcentagens e os indicadores da VD foram categorizados com base nos conteúdos das respostas apresentadas. Dos participantes, 72 identificaram 119 casos de VD, com predomínio de alunos entre 6-7 anos, negros, do sexo masculino Os principais agressores foram pai e mãe. Foram identificadas as quatro modalidades de VD descritas na literatura, destacando-se a violência física. Dentre as 26 categorias de indicadores apontados, predominaram: marcas no corpo/ferimentos; agressividade; mudança de comportamento; tristeza e retraimento, em detrimento de sinais mais sutis. Os resultados indicam a ausência de observação acurada e/ou o despreparo dos professores para a identificação de VD. Recolher | Texto completo: PDF

Efeitos de treino discriminativo no pareamento ao modelo por identidade

Tiago Sales Larroudé de Man, Olavo de Faria Galvão & Paulo Roney Kilp Goulart

ResumoResumo: O presente estudo investigou se o treino de Mudanças Repetidas de Discriminações Simples (MRDS) facilitaria a aquisição do desempenho de pareamento ao modelo por identidade (IDMTS) com os mesmos estímulos em um macaco-prego macho com treino prévio de pareamento ao modelo por identidade. Uma tarefa de IDMTS com atraso zero, quatro escolhas por tentativa, com quatro estímulos do conjunto A, foi usada como linha de base. O sujeito foi exposto a um treino de MRDS com duas escolhas com múltiplos pares de estímulos do conjunto B, seguido de IDMTS com tentativas de teste, apresentando estímulos do conjunto B, inseridas entre tentativas de linha de base. Os resultados mostraram desempenhos variados nas tarefas de IDMTS de MRDS, indicando uma pequena contribuição do procedimento de MRDS ao desempenho em IDMTS quando duas escolhas são utilizados em ambos. O desempenho melhorou após substituição de um estímulo do conjunto B. Recolher | Texto completo: PDF

Idade e Status Socioeconômico: Impactos na Distribuição Social do Estresse

André Faro & Marcos Emanoel Pereira

ResumoResumo: Embora o perfil sociodemográfico seja um conjunto de características que denota a capacidade de alterar a proporcionalidade da ocorrência do estresse em diversos estudos psicossociais, poucos trabalhos visaram ao escrutínio teórico do impacto particular da idade e do status socioeconômico sobre sua distribuição social. Diante do exposto, julgou-se necessário reunir importantes achados já documentados e apontar tópicos relevantes para investigações futuras na temática. Por fim, este estudo objetivou revisar a literatura acerca das relações entre idade, status socioeconômico e o estresse, além de caracterizar os modos de interpretação da distribuição social do estresse, através das evidências obtidas em pesquisas nessa área. Recolher | Texto completo: PDF

Saliência da identidade profissional ou de equipe: estudo qualitativo com equipes multidisciplinares

Liana Santos Alves Peixoto & Sônia Maria Guedes Gondim

ResumoResumo: O estudo teve o objetivo de analisar a dinâmica de duas identidades grupais que se fazem presentes simultaneamente nos membros de equipes multiprofissionais: a oriunda de seu grupo acadêmico de formação, que lhes define a profissão e a outra concernente a sua participação em equipes multiprofissionais de trabalho. Trata-se de um estudo qualitativo em que foram realizados grupos focais com três equipes multiprofissionais da área de saúde. A hipótese inicial era a de que a identidade de equipe prevaleceria sobre a identidade do grupo de formação para assegurar a unidade e efetividade da equipe multidisciplinar de trabalho. Concluiu-se que as duas identidades apresentam-se como complementares no processo de interação das equipes de trabalho. A saliência de cada uma delas depende de fatores contextuais (organizacionais e situacionais), grupais (da própria composição da equipe) e individuais (fatores disposicionais e de socialização). A compreensão destes fatores ajuda a diagnosticar problemas de equipes de trabalho e adotar estratégias para o fortalecimento da identidade de equipe, sem desconsiderar a identidade do grupo de formação. Recolher | Texto completo: PDF


Resenha

Notas sobre o Observatório da Vida Estudantil (OVE) – UFBA/UFRB

Caio Rudá de Oliveira

Texto completo: PDF