Editorial

Marcos Emanoel Pereira

Texto completo: PDF


Volume II do Dossiê Suicídio: Prevenção no Brasil

Apresentação do volume II do dossiê “Suicídio: Prevenção e posvenção no Brasil: estudos brasileiros”

Avimar Ferreira Junior, Karina Okajima Fukumitsu

Texto completo: PDF

O suicídio na cultura japonesa

Heidi Hirano

Texto completo: PDF

O sentido na vida como fator de proteção ao suicídio

Carlos Henrique de Aragão Neto

Texto completo: PDF

O Cuidado como fator de proteção do suicídio

Karina Okajima Fukumitsu & Fábio Batista de Sousa

Texto completo: PDF

Espiritualidade como fator de proteção do suicídio

Ana Catarina T. Loureiro, Giancarlo Lucchetti, Attilio Provedel, Keila Peixoto Xavier, Valmin Ramos da Silva, Maria Carlota de Rezende Coelho

Texto completo: PDF

O luto por suicídios: uma tarefa da posvenção

Karina Okajima Fukumitsu, Maria Julia Kovács

Texto completo: PDF

Posvenção: uma nova perspectiva para o suicídio Posvenção: uma nova perspectiva para o suicídio

Karina Okajima Fukumitsu, Carolina Cássia Conceição Abilio, Caroline Felipe da Silva Lima, Débora Matte Gennari, José Perim Pellegrino, Tatiane Lucheis Pereira

Texto completo: PDF

Homenagem Póstuma à Blanca Susana Guevara Werlang

Blanca Susana Guevara Werlang, Karina Okajima Fukumitsu,

Texto completo: PDF

Entrevista realizada com Neury Botega

Neury José Botega, José Perim Pellegrino, Joaquim dos Santos Filho, Gabriel de Andrade Girardello, Jéssica Ribeiro Solano

Texto completo: PDF


Artigos

Estresse, preocupação e estratégias de coping em bombeiros

André Luiz Moreno, João Vitor Milagres Nascimento, Felipe Vilanova, Diogo Araújo DeSousa

ResumoResumo: A profissão de bombeiro impõe um ambiente estressante com situações de risco, que predispõem esses profissionais a vulnerabilidades psicopatológicas. Este estudo buscou avaliar estratégias de coping, estresse no trabalho e preocupação em bombeiros, além de buscar diferenças para o estresse no trabalho dentre as diferentes patentes. Participaram desse estudo 177 bombeiros de um batalhão e um centro de treinamentos, com média de 30,75 anos (DP = 7,67). Foram observadas correlações positivas moderadas entre a estratégia de confronto e o estresse e a preocupação; e entre a preocupação e a estratégia de fuga-esquiva. Com relação à variável estresse no trabalho não foram observadas diferenças significativas quanto à patente dos profissionais, mas sim ao fato de estarem trabalhando ativamente ou estarem em treinamento. A pesquisa fornece uma boa visão acerca de como a preocupação e o estresse se encontram em bombeiros e as estratégias por eles utilizadas para lidar com essas questões.
Palavras-chave: bombeiros; estresse; preocupação; coping
Recolher | Texto completo: PDF

Autoestima, Valores e Motivação para o sucesso em Brasil e Polônia

Diana Ramos de Oliveira, Andrzej Pankalla, Beata Arcimowicz

ResumoResumo: Esta pesquisa analisa a associação entre autoestima (AE), Valores e Motivo de Sucesso e Poder entre 300 estudantes de graduação. Mediram-se os motivos de Sucesso (Msucesso), Poder (Mpoder ) e Afiliação (Mafiliação) pela escala de Rego, a AE pela escala de Rosenberg e os Valores pela escala de Schwartz. Somente Brasil associou Msucesso
a uma alta AE. Ambos países associaram Msucesso com Abertura e Transcedência; Mpoder associava-se Autopromoção e Abertura. Os poloneses pontuaram em valores de Conservação e os brasileiros em Abertura e Transcendência divergindo das pontuações nacionais sobre Individualismo e Distância de Poder de Hofstede (2001). Polônia associou AE à Conservação- nenhuma relação com os motivos nesta nação. Brasil associou Autopromoção com Mpoder; Abertura com Msucesso e Mpoder e todos positivamente associados a AE. A associação entre Conservação (Polônia), Abertura (Brasil) e AE sugere que pessoas que compartilham fortes valores dominantes sentem-se melhor, provavelmente devido a melhor adaptação social.
Palavras-chave: autoestima, valores individuais, motivação para o sucesso.
Recolher | Texto completo: PDF

Representações sociais sobre mulher e crime em dois jornais populares

Ricardo Moreira Pedrosa, Adriano Roberto Afonso Nascimento

ResumoResumo: O presente estudo teve o objetivo de investigar as representações sociais de mulher e crime em dois jornais populares do município de Belo Horizonte/MG (jornais Aqui e Super Notícia). Com esse objetivo, reunimos 573 notícias que relatavam ocorrências criminais em que havia mulher na condição de autora de crime (246 do jornal Aqui e 327 do jornal Super Notícia, todas publicadas entre julho de 2010 e janeiro de 2011). Realizamos a Análise Lexical dos corpora construídos na coleta com o auxílio do software ALCESTE. Os resultados encontrados nos dois jornais revelaram-se bastante similares. Concluímos que as representações sociais de mulher e crime apoiam-se em sistemas de crenças e valores sexistas e em saberes científicos, cuja função é preservar as representações tradicionais de gênero.
Palavras-chave: representações sociais, jornal popular, mulher, crime, alceste
Recolher | Texto completo: PDF


Resenhas

Resenha “Perdas no Desenvolvimento Humano: um estudo fenomenológico.”

Mayra Luciana Gagliani

Texto completo: PDF

Resenha de “Suicídio e Gestalt-terapia”

Ana Maria Mirabella

Texto completo: PDF

Resenha “Suicídio e Luto?: histórias de filhos sobreviventes”

Maria Júlia Kovács

Texto completo: PDF